3D e a moda: tecnologia fashion

3D e a moda: tecnologia fashion

3D e a moda

Parece até distante pensar em comprar peças de roupas e acessórios fabricadas em uma impressora 3D. Bem futurístico, né? Mas, o futuro é agora! E grandes marcas como Chanel e Versace apostam na tecnologia para fugir do comum.

A marca Chanel, por exemplo, usou a tecnologia 3D para criar 10 peças no seu desfile de Inverno 2015. Os materiais para fabricação foram derretidos através de um laser e foram acomodadas em camadas, conforme direcionado pelos molders. Para o acabamento, algumas peças foram pintadas e bordadas.

Na França, a marca sapatos Eram junto com o estúdio de design UNISTUDIO, encontrou uma forma de personalizar o calçado. O cliente tem a oportunidade de criar seus próprios desenhos e reproduzi-los; tudo impresso na loja, com a Ultimaker 3D.

No Brasil, a marca de acessórios We.Me utiliza a tecnologia para criar peças únicas para seus clientes. A criadora da marca, Beatriz Azevedo, apostou no 3D e você pode modificar cor e tamanho de acordo com o seu gosto! Ela também adotou a ideia do código aberto, na qual é possível comprar apenas um arquivo (portanto sai mais barato) e a produção é feita à parte, a cargo de quem comprou, em qualquer lugar com a máquina específica.

Atualmente a tecnologia demanda grande tempo e custo de produção, o que torna mais difícil o acesso ao grande público.  Mas, levando em consideração que é algo novo, não será necessário esperar por muito tempo para ter uma peça impressa em 3D por um preço mais acessível. 

Clarice Sgaria

Jornalista, especializada em Marketing Digital

 Fotos: Reprodução Google



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *